Salvar vidas, 24h por dia, todos os dias da semana, em qualquer ponto das cidades abrangidas

Salvar vidas, 24h por dia, todos os dias da semana, em qualquer ponto das cidades abrangidas: esse é o trabalho do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que tem sua base de regulação em Bagé. Diariamente, são recebidas cerca de 120 ligações pelo número 192, que resultam em aproximadamente 40 ocorrências por dia.

O socorro é feito após a chamada gratuita para o 192. O Samu atende casos de urgência e emergência clínica, pediátrica, cirúrgica, obstétrica, de saúde mental e outros acidentes em que seja necessário oferecer socorro a vítima, seja em residências, locais de trabalho ou vias públicas.

Segundo o coordenador administrativo e de enfermagem do Samu, Paulo Sérgio de Oliveira Garcia, os pacientes são atendidos por equipes especializadas, que contam com médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, que determinam o encaminhamento conforme a gravidade. “Com o apoio dos médicos da Central de Regulação, prestamos atendimento diretamente no local”, explica Garcia.

O coordenador do Samu observa que, durante a ligação, é fundamental responder corretamente às questões da equipe de teleatendimento, que abordam o estado da vítima e o local da ocorrência. “Informar o endereço correto e com referências (ruas que fazem esquina e outros pontos de localização) facilita o acesso das ambulâncias e diminuem o tempo de chegada do atendimento”, reforça.

A regulação médica do serviço é regional, onde fazem parte, além de Bagé, os municípios de Candiota, Aceguá, Dom Pedrito e Lavras do Sul. Cada uma dessas bases possui uma ambulância básica.

Fonte: Tribuna Do Pampa

Data de publicação: 17/01/2018

Créditos das Fotos: Foto: Giovana Pereira/Especial TP

Compartilhe!