Nota de esclarecimento do Vice-Prefeito de Aceguá, RS, Brasil, Julio "Teda" Monteiro , em resposta a matéria veiculada no jornal El Pais UY no dia de hoje a respeito do Decreto de Calamidade Pública.

Lamentamos a notícia veiculada no jornal “El Pais” do Uruguai, onde há informações inverídicas sobre o Município de Aceguá-Brasil. Gostaríamos de esclarecer que a Prefeitura Municipal de Aceguá, NÃO foi, em nenhum momento consultada sobre a real situação do município.
Como é de conhecimento público, o Brasil atravessa uma grave crise ocasionada pela mobilização dos caminhoneiros, em Aceguá também houve reflexos dessa situação em vários segmentos, sendo a produção primária, principalmente a bacia leiteira, atingida diretamente pela falta de transporte, bem como houve diminuição no abastecimento em geral, como de gêneros alimentícios e combustível, isso é verdade.
Porém, não há desabastecimento em Aceguá-Brasil, o comércio funciona normalmente, inclusive os mercados e supermercados que trabalham com alimentos e há combustível no município.
O Prefeito Municipal Gerhard Martens decretou calamidade pública, como um forma legal de suspender alguns serviços da Prefeitura. As aulas, o atendimento ao público, os serviços administrativos e de obras foram suspensos, com o objetivo principal de economizar combustível e no caso da suspensão das aulas e do setor administrativo, também deveu-se ao fato de grande parte dos funcionários e professores residirem na cidade de Bagé, distante 60 Km de Aceguá e não terem como se deslocar para o trabalho, esse foi o motivo da suspensão e NÃO a falta de merenda ou de transporte escolar, há merenda e combustível suficiente para o funcionamento das escolas. Convém esclarecer também que a suspensão desses serviços, na prática, foi por apenas dois dias, porque hoje, dia 31/05 é feriado nacional e amanhã 01/06 é ponto facultativo e a Prefeitura já não teria expediente, além disso, nos dias 29 e 30/05 os serviços nos Postos de Saúde, de emergência e de coleta de lixo, funcionaram normalmente. A Prefeitura de Aceguá está monitorando o que vem ocorrendo na região e no país e segunda-feira, dia 04 de junho vai retomar todos os serviços, o mais próximo da normalidade possível. Lamentamos novamente, a notícia publicada no jornal “El Pais”, que não reflete o que realmente acontece em Aceguá-Brasil e sugere que em uma outra oportunidade o jornal consulte fontes oficiais da Prefeitura.

Julio Cesar de Godoy Monteiro
 

Data de publicação: 31/05/2018

Créditos: Comunicação do Gabinete

Compartilhe!